Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

Os meus mais belos mistérios.

É nos momentos mais desagradáveis

Que ouves os meus desabafos.

Onde me dás conselhos agradáveis

Sobre os meus segredos inconsolados.

 

És aquele onde deposito as minhas mágoas

Enquanto apanhas as minhas lágrimas

Nas tuas ondas silenciosas, onde o teu ondular é incrível

És e sempre serás o meu amigo disponível.

 

És tu que escondes os meus mais belos mistérios.

Na tua enorme profundeza

Onde naveguei nos teus lindos Impérios

Onde o meu corpo se entregou

E tornei-me na desejada em inveja.

 

Na tua Natureza eu esperei

Enquanto as invejas derramei

Onde o teu oceano por eles esperou.

 

A inveja sempre dizia…

Ela é o desejo do ódio

Não gosto do ódio

Mas sim da amizade

Tenho quem goste de mim

E até quem me abrace.


publicado por carlinhaescoval às 01:21
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Final Feliz...

. _Memórias_

. Ó Mar!

. Alcochete a Correr

. Para quê falar?

. Quando me lembro de ti.

. Os meus mais belos mistér...

. Sobre Vida e Amor

. Grandes Significados

. Um momento...

.arquivos

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

SAPO Blogs

.subscrever feeds